Como Combinar gravata com elegância! Confira nossas dicas

Como Combinar gravata com elegância! Confira nossas dicas

Se você quer se vestir de uma forma confortável, com bom gosto e acompanhando as tendências da moda, saiba que não é tão difícil assim. Diferentemente do que muitos homens pensam, fazer escolhas acertadas de look não é um dom exclusivamente feminino — e a combinação de gravata é um detalhe que está aí para não nos deixar mentir!

Ícone da moda masculina e representação genuína de elegância, a gravata, no entanto, ainda causa medo em muito homem por aí. Mas saber como combiná-la com estilo para se adequar a diferentes tipos de situação é algo sem complicações.

Para que essa se torne uma tarefa fácil e você nunca mais se sinta inseguro na hora de escolher e usar esse acessório, criamos um miniguia com combinações e dicas. Confira!

Faça a combinação de gravata com as peças certas

Quando o homem deve usar uma gravata? A ocasião vai ditar o vestuário e, a partir disso, é possível ter mais segurança ao combinar o acessório ao look. Abaixo, temos algumas possibilidades.

Com terno

Essa combinação é indispensável para quem tem o terno como roupa de trabalho. A fim de que sua escolha não seja complicada, opte por camisas em tons neutros, como branco e cinza, e combine o acessório com a vestimenta.

Quando o terno é escuro, quem brilha no look é a gravata. Nesse caso, invista nas coloridas, com nuances como verde, azul, marsala e amarelo. Se sua escolha é fazer a roupa social se destacar, prefira os tons de bege ou cinza claro, com adereços mais discretos.

Com camisa branca

Esse conjunto é um clássico básico e elegante. Por sua versatilidade, a camisa branca permite que você abuse de cores e estampas na escolha da gravata — sem correr riscos de errar na dose.

A sua camisa branca aceita praticamente qualquer combinação. Para os mais clássicos, vai bem com o adereço preto. Para os fashionistas, dialoga com peças em filigrana e listras. Mas se você for uma pessoa mais divertida e gosta de descontrair, xadrez e estampas também caem muito bem.

Com camisa escura

Você também está autorizado a investir em gravatas escuras. As mais claras costumam fazer com que o visual final destoe um pouco e podem deixar o look não muito harmônico.

Então, lá vai uma dica infalível: se a camisa for bordô, preta, marrom ou marinho, escolha uma gravata lisa ou apenas com textura. Para quem é adepto de combinações mais modernas, a composição monocromática total black é bem estilosa.

Com camisa azul

O azul é uma cor fria e neutra e, por isso, orna bem com gravatas acinzentadas, castanhas, verdes e até mesmo com outros tons de azul mais escuros. É, ainda, uma tonalidade versátil e pode ser unida a listras e risca de giz.

Se seu estilo permitir, também é válido buscar por aquelas com padronagens inusitadas, como desenhos e estampas florais, que estão em alta na moda masculina.

Com camisa rosa

O rosa esteve presente em quase todos os desfiles da última temporada e vai aparecer em diversas peças da moda masculina. Sabe como fazer a combinação com camisa rosa? É simples. Basta analisar as tonalidades do look que você deseja montar.

Essa cor vai muito bem com azul-marinho, por exemplo. O roxo também é uma escolha certa para camisas no tom em questão. Ainda nessa linha, busque por colorações complementares, como o vinho.

Combine as estampas

Essa é uma aposta para quem é ousado. Apesar de arriscada, a união de estampas pode ser muito bem-sucedida. Lembre-se de que as cores dos tecidos devem ser as mesmas para essa harmonização funcionar.

Se sua camisa for xadrez vichy — aquele com os quadrados bem pequenos —, o look vai dar muito certo com uma gravata de listras largas, por exemplo. Contudo, preste atenção em uma regra básica: se a estampa de uma das peças for grande, a da outra precisa ser pequena.

Dê atenção ao colarinho

Cada tipo de corpo masculino tem suas particularidades e medidas que devem ser respeitadas ao escolher a combinação de gravata. Isso porque o estilo certo interfere diretamente no colarinho — um elemento fundamental composto pela camisa e a gravata, que emolduram o rosto.

Se o homem está se sentindo sufocado ou desconfortável com a gravata, certamente é porque está utilizando o colarinho errado. Então, o ideal é conhecer os principais, como o francês, que é o mais usado: ele não é nem pontudo, nem muito aberto, e combina com os rostos mais compridos e finos.

Por outro lado, o colarinho italiano é mais curto e de ponta aberta, que favorece rostos ovais e permite nós de gravatas mais volumosos. Há também o colarinho inglês, que é longo e pontudo. Ele é indicado para homens com rostos e pescoços mais cheios, redondos e largos.

Conheça os principais tipos de gravata

Você agora já sabe escolher o tipo certo de colarinho, mas conhece os modelos de gravatas mais usuais? Optar pela que mais se acerta com cada ocasião e visual também é essencial. Devemos, então, lembrar que além da gravata padrão (standard, mais grossa) existe o modelo borboleta, a de ponta reta e a slim.

Standard

O modelo mais tradicional de gravata é o standard, feito em materiais nobres como a seda e com um corte mais largo. Como é ideal para visuais mais clássicos e formais, sempre que você estiver na dúvida, é o tipo de gravata que vai salvar o look.

Borboleta

A gravata borboleta, apesar de mais excêntrica e, em certas ocasiões, descontraída, é um recurso usado essencialmente em eventos de gala, com trajes mais formais e especiais. Contudo, a moda hoje é mais democrática e permite combinações desse item com camisa xadrez e até mesmo calça jeans — basta ter um estilo próprio e equilíbrio.

Ponta reta

A ponta reta é a gravata que menos vemos por aí, apesar de ser também uma das mais conhecidas. Geralmente, é de tricô e com um formato mais fino: uma alternativa mais casual, que combina com looks sem ternos.

Slim

Para quem não quer deixar brechas para errar, vale apostar na última opção — a gravata slim. Ela é aquele tipo mais fininho, com corte reto. Sucesso na moda atual, é uma tendência para quem quer usar gravata sem ser muito formal, mas mantendo elegância.

Se sua gravata slim for lisa, use a regra básica de combinação: tons complementares nas duas peças ou contrastes entre claro e escuro. Mas se sua escolha for estampa, prefira aquelas bem pequenas, porque as grandes deixam a gravata slim desproporcional.

É claro que também não devemos nos esquecer de alguns outros detalhes para finalizar o look, como os botões, os prendedores de gravata, o relógio, o cinto e os sapatos. Afinal, a aparência funciona como o nosso maior cartão de visitas.

É preciso compor um visual de forma sempre harmônica e elegante, trazendo a combinação de gravata sem deixar de lado a personalidade e a preocupação em causar a melhor impressão.

Agora que você já sabe como combinar gravatas e se manter na moda, aproveite e aprenda também como parecer sempre elegante!

Mocassim ArgentinoPowered by Rock Convert

About The Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter


Banner

Redes sociais

redes sociais

Curta nosso Facebook

Facebook Pagelike Widget

Instagram Rocco Lorenzzo

Seguir no Pinterest